Quebrando barreiras: lives encurtam distância e promovem debates

Encontros instigam o compartilhamento de ideias e têm trocas significativas entre os membros, alunos e comunidade escolar

Com o objetivo de trocar ideias, trazer informações importantes e aproximar a comunidade escolar e as famílias, durante o segundo semestre, a equipe do Ensino Médio do Colégio Positivo está promovendo lives nas páginas do Facebook.

Com temáticas variadas e abordando assuntos de interesse geral, os encontros possuem a característica de serem realizados em formato ao vivo e promoverem a interação, por meio do chat, entre os integrantes da live e os espectadores.

De acordo com a coordenadora do Ensino Médio no CIPP, professora Lucimeire Fedalto, ao todo, já foram realizadas nove lives, as quais trouxeram temáticas envolvendo fake news, pandemia em meio à epidemia, energia e sustentabilidade, entre outros.

Em um segundo momento, as lives contemplaram temas relacionados ao Enem: Redação, Linguagens e Novo Ensino Médio, por exemplo.

“Todos os encontros contam com um time de peso, mesclando professores renomados e entendedores do assunto. O objetivo é manter os alunos e as famílias atualizados sobre as temáticas abordadas. Dessa forma, os alunos podem acompanhar o debate e esclarecer possíveis dúvidas”, completa a professora.

Uma das lives de mais sucesso contou com a presença de Maria Helena Guimarães de Castro, membro do Conselho Nacional de Educação. Ao lado do diretor-geral do Colégio Positivo, professor Celso Hartmann, e de Joseph Razouk e José Pedro Mateos, foi realizado um debate sobre o Novo Ensino Médio e o Enem. Batendo recorde de participantes, a transmissão quebrou barreiras e atingiu diversos estados brasileiros.

“Atribuo o sucesso das lives, primeiramente, aos participantes, que possuem um currículo vasto e têm facilidade de abordar os assuntos propostos. Além disso, por ser um encontro on-line, conseguimos unir a participação de membros de diversos locais do Brasil. Dessa forma, todos ajudam na divulgação e chamam seu público para acompanhar, resultando em uma live de opiniões, sotaques e estados distintos”, finaliza a professora.


Democratização da informação

Outro ponto que merece destaque é a democratização da informação. De acordo com a professora, por ser em um ambiente público, muitos estudantes, de escolas públicas ou privadas, podem ter acesso ao que foi discutido. “Entendemos que a educação não tem bandeira. O objetivo inicial dessas lives era justamente de promover uma discussão séria e madura sobre temas relevantes ao estudante do ensino médio, independente da escola onde estudo. O foco é todos pela educação.”

Todas as lives realizadas permanecem publicadas na linha do tempo das páginas no Facebook. Para ficar por dentro de todas as ações que o Colégio Positivo está desenvolvendo, fique atento às redes sociais.

voltar ao topo