Colégio Positivo – Júnior, Jardim Ambiental e Ângelo Sampaio passarão por obras de revitalização

A data de término das obras está prevista para fevereiro de 2022.

No fim do ano, três unidades do Colégio Positivo em Curitiba, Colégio Positivo – Júnior, Colégio Positivo – Jardim Ambiental e Colégio Positivo – Ângelo Sampaio, passarão por uma série de reformas internas e externas.

O objetivo é proporcionar um ambiente mais moderno e agradável para alunos, famílias e comunidade escolar.

A data de término das obras está prevista para fevereiro de 2022, quando os alunos retornam do período de férias escolares.

No vídeo a seguir, você confere os detalhes do projeto do Colégio Positivo – Júnior.

De acordo com o diretor-geral do Colégio Positivo, professor Celso Hartmann, as obras têm o objetivo de revitalizar e, ao mesmo tempo, trazer um ar mais moderno para os ambientes.

O Colégio Positivo – Júnior, Jardim Ambiental e Ângelo Sampaio são as unidades mais antigas do Positivo em Curitiba. Com orgulho, somos espaço de histórias de alunos e famílias. Naturalmente, alguns ambientes precisavam ser reformados. Junto à revitalização, vamos mudar a atmosfera de alguns locais, pensando no melhor para os alunos, que vivem a escola diariamente“, complementa. 

Em conversa com a gerente-administrativa do Colégio Positivo – Júnior, Bernadete Bacca, ela conta que a revitalização deixará o ambiente mais moderno e acolhedor. “Teremos paisagismo e áreas verdes em vários espaços“, afirma. 

A reforma abrangerá mudanças em vários ambientes, passando pela área de embarque e desembarque e pátios internos até os complexos da Educação Infantil e Ensino Fundamental. “
Fachadas serão remodeladas e o arruamento interno também, assim como as entradas para as quadras esportivas“, complementa.

Hartmann diz ainda que, embora a escola nunca tenha passado por uma reforma desse porte, todas as mudanças foram pensadas de modo que não causem muita estranheza aos alunos, que já estão acostumados com os espaços. “Todas as mudanças que serão realizadas foram analisadas com cuidado. Não vamos mexer na estrutura geral da escola, e alguns espaços que são marca registrada dos colégios, como o Gramadão do Colégio Positivo – Júnior, por exemplo, serão mantidos. A essência dos ambientes permanece a mesma“, finaliza.

voltar ao topo